Comprar porcelanato no DF. Dicas sobre pisos (porcelanatos ou cerâmicas).

Atualizado: Jan 30

Está na dúvida se porcelanato barato é bom?


Vamos adiantar algumas dicas para que você possa ter mais conhecimento antes de ir à loja de materiais de construção.


Qual é a maior dúvida quando se trata de escolher o piso ideal para a sua casa, loja ou escritório? Qualquer porcelanato vai servir? Todo porcelanato é igual? Porcelanatos mais baratos são ruins?


Neste artigo, vamos dar dicas que vão te ajudar muito para que você possa chegar no seu fornecedor já com ótimos conhecimentos sobre porcelanatos para a sua edificação.



Durante a obra, mesmo que no início, o tipo, modelo, cor, textura de pisos e revestimentos já começam a fazer parte do leque de dúvidas que cerca a maior parte das pessoas, que estão realizando o sonho da casa ou da loja nova.


De início, já posso dizer que não é "bicho de sete cabeças". Basta entendermos alguns fatores que podem influenciar na escolha do porcelanato para a área externa ou interna, que melhor se encaixa na sua necessidade, inclusive, no seu orçamento.


Porcelanato é diferente de pisos cerâmicos


Vamos entender um pouco sobre esses dois tipos de pisos ou revestimentos.


Quanto ao acabamento


Uma das diferenças é quanto ao acabamento. Normalmente, porcelanatos são mais bem acabados e assentam melhor quando instalados. Isso porque são colocados com um espaçamento bem menor (1 a 2 mm) exigindo menos rejunte.


Contudo, se você procura uma maior diversificação entre um e outro, os pisos ou revestimentos cerâmicos saem na frente, pois são encontrados com em um número bem maior de estampas e cores.


Quanto à resistência


Quanto à resistência, os porcelanatos também saem na frente. Isso é explicado pelo seu processo de fabricação e sua composição.


Os porcelanatos, como o próprio nome já diz, têm, na sua composição, uma quantidade expressiva de porcelana + uma parte de argila e alguns produtos químicos.


São queimados a uma temperatura nem mais alta (até 1200 graus). Isso confere tanto mais robustez quanto melhor acabamento.




  • Vantagens do porcelanato - Maior resistência; absorvem menos água; menos perigo de mancharem; mais estilo; acabamento mais refinado.

  • Desvantagens do porcelanato - custo mais alto tanto das peças quanto da mão de obra; menos opções de cores e estampas.

  • Vantagens do piso cerâmico - Mais estampas e cores; preço mais baixo tanto nas peças quanto na mão-de-obra.

  • Desvantagens do piso cerâmico - Menos resistente; maior absorção de água.



Observação: dependendo do conceito, do contexto, do resultado estético que o ambiente e a obra exige, cerâmicas são muito bem vindas. Isso pode ocorrer se o estilo da sua obra for mais moderno ou mais retrô.

Exemplo: caso você goste e queira uma cozinha com um toque mais caipira, uma área de laser mais com estilo rural, as cerâmicas serão muito bem vindas. Portanto, há uma diferença de estética e ambientação importante a ser observada também.


Quanto à Absorção de Água


Há uma diferença também significativa que é a absorção de água. Pisos cerâmicos absorvem mais água. A absorção dos pisos comuns variam entre 1 e 3% de água, o que torna piso mais suscetível à manchas.


Normalmente, os porcelanatos absorvem entre 0 e 0,5% (meio porcento) de água, tonando-os bem mais resistentes quanto ao surgimento de manchas.


Quanto ao preço


Quanto ao preço, os porcelanatos costumam ser mais caros. Portanto, se a obra for mais simples, com a finalidade de aluguel, por exemplo, pode-se optar por um bom piso cerâmico, mais barato. Mas isso vai depender, lógico, do objetivo da sua obra.


Tipos de porcelanato (polido ou acetinado)


Polido


O próprio nome já diz. Os porcelanatos polidos saem do forno e recebem, por meio de um polimento mais intenso, um tratamento que o torna bem mais brilhante. Contudo, isso não significa que isso seja um mar de vantagens.


Para quem gosta, o piso enche os olhos, mas, por trás da sua beleza há algumas cuidados a serem tomados.


Em um ambiente muito iluminado, as luzes podem deixar o piso com um excesso de reflexo indesejável. Caso seja com uma dose exagerada, a elegância desse piso pode se transformar em algo meio brega, refletindo pessoas e objetos, exageradamente.


Outra questão é quanto ao perigo, embora remoto, de esse piso ser, de alguma forma, riscado. Isso poderá levar a um defeito irreversível.


Os polidos não são indicados para áreas externas ou mesmo áreas internas que costumam receber água em excesso (banheiros, cozinhas, áreas de serviços, garagens, varandas...). Esse tipo de porcelanato costuma ser bastante escorregadio quando molhados.


Contudo, são bastante indicados para quartos, salas, escritórios...


Do ponto de vista da segurança, é aconselhável não usar esse tipo de piso, caso o ambiente seja muito frequentado por pessoas mais idosas.


Há quem defenda que os Shopping Centers usam bastante esse tipo de piso para forçar as pessoas a andarem com mais cautela, mais devagar, justamente para apreciar mais as vitrines (seria uma ação de marketing), além da beleza.


Acetinado


Os porcelanatos acetinados são preparados, após a sua queima, com nada, quase nada ou pouco polimento. Sua composição é a mesma (porcelana + argila + alguns produtos químicos). No entanto, não há ou quase não há o processo de polimento.


E em que isso influencia? O que o torna mais adequado ou inadequado para o seu ambiente, em relação aos polidos?


Muito bem! Quanto à resistência, praticamente é a mesma coisa. Contudo, os acetinados correm bem menos risco de serem riscados ou marcados com algum arranhão.


Ao contrário do que muita gente pensa, o fato de ele ser fosco, faz com que a elegância impere, a depender do ambiente e do gosto do proprietário. O fato de ele não ser brilhante não significa que seja feio. Por ser mais fosco, não ocorrem reflexos indesejáveis.


Para ambientes mais molhados, que recebem água da chuva do de lavagem (cozinhas, banheiros, varandas, área de piscinas...), os acetinados são uma ótima opção. Aliás, a opção certa entre os tipos de porcelanato.


Um pouco de polimento é positivo para que o piso se torne de fácil limpeza. Cuidado com pisos muito foscos, sem polimento nenhum porque eles podem absorver mais a sujeira e se tornarem difíceis de limpar.


Quanto ao preço


Você já ouviu falar que há pessoas que escolhem um vinho pelo preço? Que, quanto mais caro o vinho, melhor ele será?


Pode ter certeza, existem pessoas assim. Em relação aos porcelanatos, também há pessoas que acham que, quanto mais caro, melhor. Certo? Errado!


Nem sempre, a melhor escolha do vinho ou do porcelanato está relacionada com o seu preço. Portanto, há ótimos porcelanatos com preços mais baixos e que surpreendem quanto à durabilidade e à beleza, por exemplo.


Foi o tempo em que porcelanato era sinônimo de preço alto. Hoje, encontramos lindos pisos com valores abaixo dos R$ 30,00 o m², que têm um custo benefício perfeito para a sua necessidade e gosto. Mas, encontramos modelos e marcas com preços acima de R$ 100,00 o m², com durabilidade igual ou pouco mais alta em relação às marcas mais baratas.


Então, quanto ao preço, você poderá até optar por marcas e modelos mais caros, mas pesquise e use o seu conhecimento e o bom senso para saber se, realmente, é necessário um piso mais caro.


No entanto, se o piso encher os seus olhos e você puder pagar pelo valor mais salgado, vá em frente. Só tome cuidado se, ele será ideal para o seu ambiente (área externa, interna, seca, molhada...)


Observe o que diz o fabricante, quanto à aplicação


Muiiiito cuidado com o momento de aplicar o porcelanato. Não basta ser bonito, barato, ideal para o seu ambiente.


O primeiro conselho é que você não deverá deixar nem sugerir que o profissional aplique o seu porcelanato com espaçamento menor que o especificado pelo fabricante. CALMA! Eu explico.


As indústrias, para cumprirem a garantia, elas especificam com qual espaçamento deverá ficar uma peça da outra. Normalmente isso gira em torno de 1 a 2mm. Essa informação vem na embalagem ou em um selo na própria peça que está no mostruário.


No entanto, algumas pessoas teimam em colocar o porcelanato até grudado 100% um no outro ou com muito pouco espaço em relação à especificação. Se o fabricante especifica 2mm e você arriscar colocar com 0,5 ou 1mm, a garantia pode ser perdida.


Os porcelanatos trabalham. Isso mesmo! Eles dilatam com o calor e se comprimem com o frio. Isso pode ficar evidente quando um porcelanato se solta, quebra uma quina ou dá algum outro tipo de problema.


Nesses casos, você poderá perder a garantia e ter que arcar com os custos de produto e mão-de-obra novamente.


Estude e procure um especialista


Se você chegou até aqui, é um sinal que você quer fazer a melhor escolha, da maneira mais correta. Isso porque você já está estudando, se interando sobre o assunto. Afinal, depois de instalado, a volta fica muito cara.


Ao chegar na loja, se você for abordado por um vendedor, pergunte se ele é um especialista em pisos, cerâmicas, porcelanatos, revestimentos... Saiba que, nem todos ali conhecem bem sobre o assunto. Alguns sabem mais sobre elétrica, outros sobre pintura, e outros, sobre pisos e revestimentos.


Contudo, no momento de escolher o acabamento cerâmico ou porcelanato, vá munido pelo seu conhecimento adquirido em postagens como estas e, principalmente, busque uma pessoa treinada. Caso seja um arquiteto ou arquiteta, melhor ainda...


Dê preferência para empresas que tenham um arquiteto ou um designer de interiores para aconselhar a melhor escolha quanto à qualidade e estética versus custo benefício.


Veja sempre os fatores que podem influenciar: polido ou acetinado; porcelanato ou cerâmica; maior ou menor; ambiente externo ou interno; molhado ou seco... Enfim, corra de um vendedor, caso ele queira te vender apenas pelo preço.


Dica: caso o vendedor da loja de material de construção não pergunte sobre qual o ambiente a ser instalado, se é casa, escritório ou piscina (por exemplo)... Enfim, se ele sair mostrando pisos só pelo preço e pela beleza, certamente, você poderá estar diante de uma compra errada.


Grande abraço. Feliz casa, escritório ou loja nova.














#dicasdeblog #WixBlog

98 visualizações1 comentário
CEILÂNDIA NORTE
St. N QNN 25 - Ceilândia, Brasília - Distrito Federal - Brasil
FONE: (61) 3379-5454 
CEP.: 72.225-256
RUBAODACONSTRUCAO.COM.BR
RECANTO DAS EMAS
Área ADE 200 Conjunto 5, 42 - Recanto das Emas, Brasília - Distrito Federal - Brasil
FONE: (61) 3333-4000
CEP.: 72.610-005
LOGO.png
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS