Vaso sanitário com caixa acoplada ou sem?



Na hora de construir ou reformar, o projeto hidráulico é quem definirá se o vaso sanitário será com ou sem a caixa acoplada.


Se você utiliza a caixa convencional e quer mudar para a acoplada, é importante verificar que a tubulação será diferente, logo haverá um gasto maior.


Terá que quebrar a parede novamente, mudar a tubulação, aumentando o gasto e o tempo de obra.


Sistema sem a caixa acoplada


O sistema hidráulico do vaso sanitário sem a caixa acoplada é ligado diretamente na parede, na tubulação, através de um registro.


Esse registro permite que a pressão da água seja maior, fazendo com que os resíduos desçam com maior facilidade.


Mas isso não é um ponto negativo da caixa acoplada, pois algumas possuem o sistema de dois tipos diferentes de acionamento, de 3 e 6 litros.


Sendo a primeira para dejetos que desçam com facilidade e a segunda para os mais resistentes.


Sistema de vaso sanitário com a caixa acoplada


Muito utilizada nas obras mais recentes, pois é mais fácil de encaixe com o sistema hidráulico (podendo ser de vários tamanhos) e esteticamente mais bonita.


Além disso, é possível observar um bom preço delas no mercado.


O uso dela é indicado tanto para obras residenciais como as comerciais.


Vaso sanitário suspenso



Uma novidade no mercado que tem feito muito sucesso é o vaso sanitário flutuante.

Pelo fato dele não encostar no chão, é mais fácil de lavar o banheiro. Quem nunca passou pela situação desagradável de estar limpando o chão do banheiro e ter dificuldades em limpar o chão porque o vaso estava no meio, não é mesmo?

Outro fator é que esteticamente ele é mais agradável, possui uma elegância única.

Gostou? Veja mais dicas como essa.



52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo